Revivamos, em nossas fileiras,
De Vieira, patrono leal,
As virtudes tão brasileiras,
De nobreza, bravura, moral,

Refrão

Ombro a ombro, na dura escalada
Do saber, de um grande ideal:
{"Alte et recte" - a palmeira arrojada
É o brasão de uma estirpe real.} BIS

Se em teu peito refulge o Cruzeiro,
Que o destino te rege e conduz,
Estudar, Teu dever brasileiro,
Pois és líder, um rastro de luz.

Refrão

Sempre unido estarei aos colegas,
Nos embates futuros da vida,
Sem fugir, ao calor das refregas
Pelos meus, pela pátria querida.

Letra de: Fernando B Gonçalvez
Música de: Ian R. Wernerk